Home COLUNA DO DANDÃO Maus lençóis

Maus lençóis

152
 PUBLICIDADE

Clique na capa para acessar a nova edição do Futebol Acreano em Revista

O glorioso Alto Acre, carinhosamente chamado de Papagaio da Fronteira, dorme por esses dias em maus lençóis. Por estrear no campeonato acreano de futebol profissional, no dia 23 de fevereiro, com todos os atletas sem o devido registro na CBF, deve sofrer pesada punição.

Nessa situação, normalmente a pena para o clube infrator é a perda de até seis pontos na tabela de classificação ou a eliminação sumária da competição. No caso do Alto Acre, que não somou ponto algum nos três jogos realizados até aqui, perder seis pontos é entregar a alma ao diabo.

Então, sendo assim, entre pular no fogo e ficar na caçarola cheia de óleo em fervura, pode-se dizer que o Papagaio está a um passo de perder as vistosas penas verdes que lhe recobrem o corpo. Um desastre para um clube que tem feito tanta força para permanecer na elite do futebol acreano.

Pelo que eu li nos sites, o presidente do referido Alto Acre alega que outros clubes se valeram da mesma prática na primeira rodada do campeonato acreano, escalando jogadores irregulares. Sinceramente, não acredito nem um tantinho assim nessa possibilidade. Não acredito mesmo.

Além do mais, se isso, porventura, tivesse acontecido (a escalação de jogadores irregulares nos outros clubes), um erro não justifica outro. O mau exemplo não deve ser seguido. Em vez de enveredar pela trilha do suposto mau exemplo, o caminho certo do Papagaio seria o da denúncia, isso sim.

Eu faço parte do time daquelas criaturas que admiram sobremaneira o esforço dispendido por clubes pequenos para ano após ano dar um jeito de botar os seus times em campo. Mas também faço parte do time dos que abominam erros primários. Escalar jogador irregular não pode dar certo.

Acatada a denúncia pelo Tribunal de Justiça Desportiva da Federação de Futebol do Acre, só vai restar ao Papagaio da Fronteira duas possibilidades: contratar um advogado que consiga provar que a culpa foi do Papa ou fazer uma promessa com algum santo de causas impossíveis.

Eu tenho a impressão que a via do milagre, essa da promessa com algum santo de impossível causa, é mais fácil. Quer dizer, fácil mesmo não é, uma vez que milagre não é coisa que viva acontecendo assim todo dia. Digamos que seja menos difícil. A força da fé pode remover montanhas.

Pois então é isso, meus conterrâneos da fronteira. Lamentavelmente, está se configurando uma situação de ausência dos times da região na elite do futebol acreano nos próximos tempos. Em 2016, o Amax, de Xapuri, caiu no campo. Agora parece que o Alto Acre vai ser degolado no tribunal!

Artigos relacionados

3

54