Home ALTO ACRE Nota de esclarecimento

Nota de esclarecimento

Em razão dos fatos que tomamos conhecimento a respeito de uma nota das redes sociais do Rio Branco FC, a direção da Associação dos Cronistas Esportivos do Acre (Acea), através do seu presidente Alberto Rodrigues Casas, esclarece que os fatos não condizem com a realidade, pois a entidade não proibiu o clube de transmitir os jogos do clube na disputa do Campeonato Acreano, mas sim, proibiu o uso das cabines de imprensa e o acesso ao gramado aos seus empregados não credenciado a entidade jornalística. Esses dois setores são áreas destinadas exclusivamente aos profissionais de imprensa devidamente credenciados pela Acea, onde são exigidos desses trabalhadores registro de jornalista/radialista, conforme determina a legislação.

LEI 9.615/98 “Art. 90-F. Os profissionais credenciados pelas Associações de Cronistas Esportivos quando em serviço têm acesso a praças, estádios e ginásios desportivos em todo o território nacional, obrigando-se a ocupar locais a eles reservados pelas respectivas entidades de administração do desporto. (Incluído pela Lei nº 12.395, de 2011)”.

Jornalistas esportivos, administradores dos estádios e representantes do marketing do Rio Branco durante reunião da quinta-feira (9). Foto/Wescley Camelo

Numa reunião ocorrida, ontem (9) de março, no hall do estádio Arena da Floresta, com a participação da crônica esportiva e administradores dos estádios onde ocorrem as partidas do estadual, ficou decidido que terão acesso às cabines de imprensa e ao gramado, somente profissionais credenciados pela a Acea. Os participantes decidiram ainda que, profissionais dos clubes que não estão dentro dos parâmetros exigidos pela lei terão que fazer as transmissões da tribuna de honra destinada ao clube, assim como das arquibancadas.

Os representantes do departamento de marketing do Rio Branco FC estiveram presentes ao encontro, inclusive, com direito a voz e foram informados da decisão.

A reunião contou ainda com a presença do presidente do Sindicato dos Jornalistas do Estado do Acre (Sinjac), Victor Augusto Farias. O representante sindical fez esclarecimento a respeito da funcionalidade da lei e deixou claro se, preciso for, irá acionar o Ministério Público do Trabalho para que a legislação federal seja cumprida a risca.

A secretaria adjunta de Esporte, professora Shirley Santos, elogiou a medida dos cronistas esportivos, chegando, inclusive, a lembrar da sua luta na fiscalização dos clubes e academias da cidade para que os estabelecimentos viessem a cumprir com a legislação e contratasse apenas profissionais inscritos no Cref (Conselho Regional de Educação Física).

Alberto Rodrigues Casas
Presidente da Acea

Victor Augusto Farias
Presidente do Sinjac

Artigos relacionados