Home NA MARCA DA CAL Eliminação do Rio Branco custou cota R$ 680 mil e pontos no...

Eliminação do Rio Branco custou cota R$ 680 mil e pontos no ranking

155
 PUBLICIDADE

Clique na capa para acessar a nova edição do Futebol Acreano em Revista

A eliminação do Rio Branco na disputa da Copa do Brasil para o Gurupi-TO representou, além da perda financeira de R$ 680 mil, a chance da Federação de Futebol do Acre (FFAC) e do clube brigarem pela melhoria de posições no ranking da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

O que deixou muita gente frustrada com a eliminação para o Gurupi-TO diz respeito ao fato da superioridade do Rio Branco durante boa parte do jogo. Os cronistas esportivos Zezinho Melo e Alberto Casas, presentes ao confronto, foram redundantes em seus comentários ao afirmar a superioridade do alvirrubro acreano na primeira hora de bola rolando diante do Camelão do Sul.

Com o time da casa acuado, o Rio Branco conseguiu desperdiçar, ao menos, quatro oportunidades reais para abrir o placar. E como não converteu fez prevalecer a velha máxima do futebol “A bola pune”. E puniu duas vezes o vice-campeão acreano em gols assinalados em cobranças de penalidades.

Mesmo com a derrota, o técnico alvirrubro Cristian de Souza explicou que não faltou luta, esforço e dedicação de seus jogadores, mas a partir de agora será levantar a cabeça para a sequência do Campeonato Acreano e já de olho na disputa da Série D.