Home PLÁCIDO DE CASTRO Plácido de Castro vence e segue na cola dos líderes do Acreano

Plácido de Castro vence e segue na cola dos líderes do Acreano

365

Por Duaine Rodrigues

O Plácido de Castro segue na cola dos líderes do Campeonato Acreano. Mantendo 100% de aproveitamento no estadual, o Tigre do Abunã venceu o Vasco-AC por 3 a 1, na noite desta segunda-feira (27), no fechamento da segunda rodada, na Arena da Floresta, em Rio Branco. O meia Ley, e os atacantes Marcelo Brás e Ismael foram às redes e garantiram o triunfo da equipe do interior. O gol de honra do Cruz-Maltino foi anotado pelo atacante Josa.

A vitória deixa o Plácido de Castro na terceira posição. O time tem os mesmo seis pontos de Rio Branco-AC e Atlético-AC, líder e vice-líder, respectivamente, mas saldo de gols inferior. O Vasco-AC termina a rodada na quinta colocação, empatado em pontos com o Galvez, três cada, mas saldo de gols inferior (-1 contra 0).

As duas equipes voltam a jogar na terça-feira (7), na abertura da terceira rodada do estadual. O Vasco-AC enfrenta o Humaitá, às 18h30, e o Plácido de Castro encara o Rio Branco-AC, a partir das 20h30. As partidas serão no estádio Antônio Aquino Lopes, o Florestão, na capital. O horário dos jogos é local.

O Plácido de Castro teve mais presença ofensiva na etapa inicial. Experiente, o time do interior chegou ao gol logo aos 10 minutos, com Ley. O meia recebeu lançamento frente a frente com o goleiro Mococa e só tocou na saída do camisa 1 Cruz-Maltino para abrir o placar. O Vasco-AC bem que tentou incomodar, mas o setor ofensivo pouco produziu e o Tigre do Abunã foi em vantagem para o vestiário.

Na etapa final, o Vasco-AC tentou iniciar abafando o Plácido de Castro no campo de defesa, enquanto o Plácido se apoiava na experiência de jogadores como Ley, Paulinho Pitbull e Marcelo Brás, que ditavam o ritmo do jogo quando tinham a bola nos pés. Aproveitando um momento de cochilo da defesa do Tigre do Abunã, o Cruz-Maltino chegou ao empate aos 16 minutos. Após boa jogada pelo lado direito de ataque, Daniego cruzou e Josa se atencipou à defesa para marcar: 1 a 1.

No entanto, a reação parou por aí. Três minutos depois, o Plácido voltou a ficar na frente. Marcelo Brás cobrou falta por baixo da barreira e fez 2 a 1. Após os 30 minutos, o Vasco-AC ainda acertou uma bola na trave do goleiro Hebert, do Plácido, com Josa. A chance desperdiçada fez falta. Aos 47 minutos, Ismael dominou a bola dentro da área do Vasco-AC e finalizou para dar números finais ao placar: 3 a 1.