Home CAMPEONATO ESTADUAL 2016 Deu à lógica: Rio Branco é mais uma vez campeão acreano de...

Deu à lógica: Rio Branco é mais uma vez campeão acreano de futebol

 PUBLICIDADE

Clique na capa para acessar a nova edição do Futebol Acreano em Revista

Com a conquista do bicampeonato, o Estrelão garantiu ainda o direto de representar o futebol acreano na disputa do Campeonato Brasileiro da Série D. O torneio começa no próximo mês e a estreia do bicampeão acreano está programada para o dia 19 de julho contra o Clube do Remo.

O capitão alvirrubro Carciano ergue o troféu de bicampeão estadual. FOTO: Manoel Façanha

O capitão alvirrubro Carciano ergue o troféu de bicampeão estadual. FOTO: Manoel Façanha

O troféu de campeão [in-memória ao ex-presidente estrelado Edmir Borges Gadelha] deu ainda ao time estrelado vaga na próxima edição da Copa Verde. Rio Branco e Galvez também irão representar o futebol local na disputa da Copa do Brasil do próximo ano.

JOGO

Necessitando vencer o confronto para levar a decisão para uma prorrogação, o Galvez começou a partida mais disposto, mas aos poucos, o Rio Branco tomou a rédea do jogo e passou a criar as melhores oportunidades.

Pretinho é observado de perto pelo rápido Dudu. FOTO: MANOEL FAÇANHA

Pretinho é observado de perto pelo rápido Dudu. FOTO: MANOEL FAÇANHA

O Galvez respondeu num bom chute do meia Alcione, mas o goleiro Tiago Rocha fez ótima defesa. Logo depois, o meia-atacante Evandro Russo fez bela arrancada pela direita e cruzou à meia altura. O goleiro Máximo salvou parcialmente e a bola sobrou para Robinho abrir o placar, aos 16 minutos.

Melhor na partida, o Rio Branco ainda ampliou a vantagem no primeiro tempo. Evandro Russo cobrou falta na barreira, mas na sobra de bola, o meia fintou Wellington Cabeça e mandou para a rede, aos 38 minutos.

Na etapa complementar de jogo, o Rio Branco começou avassalador e quase ampliou por duas oportunidades. Na primeira delas, Jeferson forçou o goleiro Máximo a fazer grande defesa. Na segunda, após bola parada, Carciano testou na trave do Imperador.

Mesmo numa noite ruim e cheia falhas no setor defensivo, o Galvez quase chegou ao primeiro gol, após troca de passe entre Neném e Pretinho. O segundo chutou cruzado, mas Juliano César chegou atrasado.

Nos minutos finais o Rio Branco passou administrar a vantagem e explorar as jogadas de velocidade. O atacante Jeferson fez ótima jogada e serviu o Alexandre Matão. O artilheiro do estadual ficou na cara do gol, mas acabou perdendo a chance na saída do goleiro Máximo.

Súmula

Campeonato Estadual

LOCAL: Estádio Florestão

DATA: 27/06/2015

HORÁRIO: 19h

PÚBLICO: 1.762 pagantes

RENDA: R$ 12.670,00

ÁRBITRO: Josimar Almeida

Assistentes: Jean Carlos Rodrigues e Civaldo Nery Viana

RBFC: Tiago Rocha; Pedro Balú, Martinez, Carciano e Tiaguinho; Marzagão (Aguinaldo), Evandro Russo (Jeferson) e Kássio;Robinho (Joel), Dudu e Alexandre Matão. Técnico: Nei Gaúcho

GALVEZ: Máximo, Rick, Rafael, Diego e Pretinho; Tom, Alcione, Wellington Cabeça e Neném; Adriano Louzada (Juliano César) e Deivid. Técnico: Artur de Oliveira