Home OUTROS ESPORTES Todo “marombeiro” é burro? Que nada!

Todo “marombeiro” é burro? Que nada!

460

MANOEL FAÇANHA

O professor Domingos Almeida (2º colocado) e demais competidores durante entrega da premiação na Academia Smart Fit. Foto/Cedida

Quando se fala em “marombeiro”, algumas pessoas pensam em alguém cheio de músculos e sem muito cérebro. Já o intelectual é tido como sedentário, preguiçoso e incapaz de conquistar objetivos físicos. No entanto, essa tese não se aplica ao professor e doutor em Saneamento pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), o acreano Domingos de Almeida Neto, 59 anos, vice-campeão absoluto do torneio de força no supino da Academia Smart Fit.

Há 11 anos frequentando academias, após orientação médica para curar uma lesão no ombro direito, o professor Domingos garante que não houve uma preparação específica para ele participar do torneio de força no supino da academia que frequenta, mas não esconde que é um adepto de primeira hora da Smart Fit. “Treino todos os dias, mas a pegada para a competição de força exige uma metodologia diferente. Mais de explosão”, explica ele que disputou a prova com quase 20 competidores.

A paixão pelo boxe e o incentivo dos filhos

Sua paixão de adolescência era o boxe, diz Domingos. Foto/Cedida

Mesmo sendo sobrinho de dois grandes zagueiros da história do futebol acreano, Mozarino e Deca, ele não quis nada com a bola. Sua paixão de infância e adolescência era o boxe, posteriormente, a corrida de longa distância e, ultimamente, a malhação. Entre os incentivadores para a persistência da prática da atividade física diária estão os filhos Jonathas e Sara. O filho é educador físico da Academia Smart Fit e a filha é concludente do curso de nutrição. “Eles me incentivam diariamente a continuar buscando a atividade física para eu garantir uma vida mais saudável”, diz Domingos Almeida.

Recado para a juventude e valorização do educador físico

Com um corpo chamado de “sarado”, ele explica que o segredo está na vida regrada, treinos intensos e boa alimentação. O nosso personagem aproveita o espaço para deixar um recado aos mais jovens. “Quero dizer a nossa juventude que é possível adquirir boa forma física, força e resistência, corpo saudável e forte sem que se faça uso de esteroides e anabolizantes, essa febre que tanto prejuízo tem trazido a atletas menos informados. Também aproveito para pedir sensibilidade dos empresários do ramo de esporte e ao poder público no sentido de valorizar melhor o profissional de Educação Física. Afinal, a medicina preventiva custa bem menos do que a curativa”, diz Domingos Almeida.

Sem uma nova competição pela frente e tratando uma lesão no cotovelo esquerdo, ele aproveita para agradecer a todos os colegas de academia e aos professores da Smart Fit, principalmente o seu filho Jonathas, pelo carinho dedicado a ele.

O professor Domingos Almeida ao lado do filho Jonathas e da esposa Cristina. Foto/Cedida

Conheça o nosso personagem

O professor Domingos Almeida durante aprova de supino, ocorrida no mês de dezembro do ano passado, levantou 140 quilos.

Domingos Almeida Neto, 59 anos, 38 deles dedicados à Universidade Federal do Acre (Ufac), onde trabalhou como vigia, bibliotecário e desde o ano de 1992 docente do curso de Geografia. O currículo desse educador vai muito além disso, pois o mesmo possui graduação em geografia e história, com especialização em planejamento e meio ambiente pela Universidade Federal do Acre (Ufac). Domingos também tem mestrado em História do Brasil pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e é doutor em Saneamento pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).