Home ATLÉTICO ACREANO Atlético-AC e Operário-PR: será o melhor ataque contra a melhor defesa

Atlético-AC e Operário-PR: será o melhor ataque contra a melhor defesa

128

MANOEL FAÇANHA

Atlético-AC e Operário-PR fazem nesta segunda-feira (28), às 21h15 de Brasília, no estádio Germano Kruger, o segundo e decisivo jogo das semifinais do Campeonato Brasileiro da Série D. No primeiro duelo realizado no estádio Florestão, dia 20 de agosto, os dois times não passaram de um empate sem gols.

Na matemática dos números, o confronto entre acreanos e paranaenses colocará frente a frente o melhor ataque contra a defesa menos vazada da competição. O Atlético Acreano marcou 27 gols, em 13 partidas disputadas, enquanto o Operário teve sua meta ultrapassada em apenas sete oportunidades.

O Galo Carijó fechou sua preparação na tarde ontem (26), no Florestão. O técnico celeste Álvaro Miguéis tinha dúvidas a respeito da escalação para o duelo decisivo contra o Operário-PR, mas a expectativa é que mande a campo a seguinte equipe: Luís Miller, Weverton, Juan, Diego e Jeferson; Leandro Jucá, Renato (Tragodara), Polaco, Eduardo, Rafael Barros e Neto Pessôa (Pisika). O embarque da delegação para o sul do país ocorreu na madrugada do ontem (27) e a previsão de chegada a cidade de Ponta Grossa está prevista para as 15h30. No mesmo dia, às 18h, a equipe celeste faz uma movimentação no estádio Germano Kruger, onde decidirá a vaga na final contra o Operário-PR.

Média de público

Das quatro equipes que conseguiram o acesso na Série D do Campeonato Brasileiro (Operário Ferroviário-PR, Globo-RN, Atlético-AC e Juazeirense-BA) e agora disputam o título da competição, o Operário Ferroviário foi o que teve a melhor média de público (3.513), seguida pelo Atlético Acreano (1.604).

Os maiores públicos registrados pelas equipes do Atlético-AC e Operário-PR ocorreram no duelo das quartas-de-final. O time acreano levou ao estádio Florestão 5.881 pagantes no empate contra o São José-RS por 1 a 1. Já o time paranaense conseguir atrair 8.627 torcedores ao estádio Germano Kruger na vitória contra o Maranhão por 2 a 1.