Home GIRO BRASIL Atlético-AC pode voar mais alto

Atlético-AC pode voar mais alto

121

A um passo de ir para a Série C, o Galo acreano precisa ter a cabeça no lugar e saber que na Série D as diferenças entre clubes são muito menores do que as outras divisões do Brasileiro. Portanto, confiança pode ser tudo para chegar lá.

Ano passado foi triste. Perdeu a classificação para a Série C em casa, no último jogo, depois de uma campanha sensacional – venceu seu grupo tendo o quarto melhor desempenho no geral, passou bem na segunda e terceira fases, já no mata-mata, mas caiu nas quartas de final, com uma derrota em casa depois de empatar fora contra o Moto Club do Maranhão (que vinha desde a primeira etapa da competição à beira da desclassificação).

Esse ano o desempenho do Atlético-AC foi tão bom quanto, mas precisa ratificar isso nas quartas de final contra o São José de Porto Alegre (RS) – o time gaúcho passou raspando na terceira fase vencendo seu adversário, o São Bernardo (SP), nos pênaltis.

Faz-se necessário saber que os times da Série D têm problemas parecidos. O abismo é bem menor do que na Série B, a que tem mais disparidades entre todas as divisões do Campeonato Brasileiro. Luta-se para chegar à Segundona, mas percebe-se que é muito complicado disputar espaço com clubes da elite que costumam dar as caras na Série B por que caiu da A – isso, no fundo, acaba diminuindo a possibilidade de ascensão definitiva de um clube médio ou mesmo pequeno, já que o número de vagas é sempre o mesmo.

Mas na Série D os clubes se equivalem muito mais no conjunto da estrutura disponível fora de campo. Alguns centros tradicionais do futebol parecem mais capazes do que outros num mata-mata, mas isso é somente até a bola rolar.

Na Série D o que fala mais alto é a qualidade do time e a concentração em campo. Agora, são 180 minutos de “jogo”. As interferências externas são limitadas e não há mais do que duas partidas de futebol pela frente.

É preciso ter foco para chegar lá, com a confiança de que tudo que foi produzido de bom deve chegar ao seu limite máximo agora, para obter-se o ápice do resultado positivo.

O bicampeonato acreano ensinou muito. O Galo tem maturidade neste momento para voar mais alto.