Home RIO BRANCO Estrelão empata e cai para 2º lugar no geral da Série D

Estrelão empata e cai para 2º lugar no geral da Série D

157
 PUBLICIDADE

Clique na capa para acessar a nova edição do Futebol Acreano em Revista

MANOEL FAÇANHA

Um empate sem gols na tarde de ontem (18), no estádio Florestão, contra o São Francisco, tirou os 100% de aproveitamento do Rio Branco na disputa do grupo A3 do Campeonato Brasileiro da Série D. O empate ainda tirou do Estrelão a condição de melhor clube do torneio, perdendo a primeira posição no saldo de gols para a Portuguesa-RJ.

Com o ponto somado em casa, o classificado Rio Branco chegou aos 13 pontos. O vice-líder da chave é o próprio São Francisco, com seis pontos, precisando vencer em casa na última rodada para sonhar com uma das 15 vagas destinas aos melhores segundos colocados dos 17 grupos.

O Rio Branco retorna a campo na tarde de domingo (25), em Boa Vista. Lá o time acreano pega o já eliminado São Raimundo-RR. Por outro lado, o São Francisco recebe o Genus-RO.

Jogo

O lateral esquerdo Adriano Chuva corta mais uma investida do ataque paraense. Foto/Manoel Façanha

Na busca de manter os 100% de aproveitamento na competição, o Rio Branco começou a partida tentando pressionar o time paraense. Aos 12 minutos, o atacante Araújo Jordão forçou o goleiro Lenon a trabalhar. Um minuto depois, no jogo aéreo, o Estrelão quase abriu o placar, mas a bola saiu a direita do goleiro paraense.

O São Francisco respondeu após sobra de bola aos 16 minutos. O atacante Fidelis tentou encobrir o arqueiro Omar, mas a bola saiu sobre o gol.

Com dificuldades para criar e errando muitos passes, além da visível ansiedade para colocar a bola na rede, o Rio Branco foi para o intervalo de jogo num empate sem gols.

São travessão

O zagueiro Lucas marca de perto o ataque do São Francisco. Foto/Manoel Façanha

Na busca de encontrar o gol, o técnico Renê Marques trocou no intervalo o meia Diego Dolem pelo atacante Matheus Nego. Taticamente o time ficou ainda mais veloz e o gol quase saiu num chutaço de Gustavo Xuxa, mas o goleiro Leon fez grande defesa.

Com a necessidade de vitória, o São Francisco, já mais ajustado, passou a buscar mais o gol estrelado. No entanto, foi o Rio Branco que teve nova oportunidade de gol, após sobra de bola na grande área. Porém, o atacante Paulão perdeu grande chance. Na sequência da jogada, o São Francisco quase abriu o placar, mas a bola ficou no pé da trave do goleiro Omar, após conclusão de Ricardinho.

Superado o susto, o Rio Branco passou a buscar o gol com mais objetividade. O meia Ancelmo, numa bola parada, acertou o travessão do goleiro Lenon. Numa jogada de velocidade, o atacante Paulão foi parado na entrada da grande aérea com falta pelo goleiro Lenon. O árbitro goiano Jefferson Ferreira de Moraes, que já havia amarelado o arqueiro, aplicou outro amarelo, seguido do cartão vermelho, aos 42 minutos. Como o técnico Walter Lima já havia realizado as três substituições, o volante Ramon assumiu as luvas e foi para o gol do São Francisco. No entanto, o Rio Branco, apesar de ainda acertar novamente o travessão do clube paraense, não conseguiu chegar a vitória.

NÚMERO
86,7% é o aproveitamento do Rio Branco