Home PLÁCIDO DE CASTRO

O Galvez será o primeiro time acreano a entrar oficialmente em campo em 2017. A equipe encara o Nacional-AM, na primeira fase da Copa Verde, no dia 29 de janeiro, na Arena da Floresta, em Rio Branco, às 20h (de Brasília). A partida de volta está marcada para 18 de fevereiro, às 18h (de Brasília), em Manaus (AM). No Campeonato Acreano, o Imperador estreia no dia 23 de fevereiro, contra o Plácido de Castro, na Arena da Floresta, a partir das 18h30 (do Acre).

Com a finalidade de evitar conflitos de datas com os jogos de ida da primeira fase da Copa Verde, que tem Atlético-AC e Galvez como representantes do estado, a Federação de Futebol do Acre (FFAC) decidiu antecipar duas partidas das segunda e terceira rodada do primeiro turno do Campeonato Acreano. O restante da tabela não sofreu modificação.

Os jogos entre Alto Acre x Galvez e Plácido de Castro x Vasco-AC, que seriam disputados no dia 2 de março (quinta-feira), na Arena da Floresta, foram transferidos para o dia anterior, no mesmo horário e local. A partida preliminar começa às 18h30 e o jogo de fundo a partir das 20h30, ambos horário do Acre.

Já os duelos entre Vasco-AC x Humaitá e Rio Branco-AC x Plácido de Castro, que estavam marcados para o domingo (5 de março), no Florestão, foram remarcados para o sábado (4), no mesmo local e horário. Vasco-AC x Humaitá se enfrentam às 15h45, enquanto Rio Branco-AC x Plácido de Castro jogam às 17h45, também no horário do Acre (globoesporte.com)

MANOEL FACANHA

O futebol acreano pode ganhar nesta temporada um patrocínio master. O presidente da Federação de Futebol do Acre (FFAC) Antonio Aquino Lopes negocia com a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. O valor oferecido pela estatal é de R$ 150 mil. Porém, o dirigente pretende um novo encontro com os diretores da empresa para apresentar uma contra proposta de valores.

Na busca de visibilidade para conquistar clientes, a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos pretende patrocinar a grande maioria dos campeonatos estaduais espalhados pelo país. Os dirigentes das federações de Espirito Santo e Sergipe também já estão com proposta de patrocínio da estatal em mãos para estudo. No entanto, a proposta oferecida pela estatal para o futebol Capixaba e o dobro da proposta apresentada ao futebol acreano.

Na tarde de ontem (12), no auditório da Federação de Futebol do Acre (FFAC), o presidente Aquino Lopes esteve reunido com os dirigentes de clubes da elite do futebol local, onde repassou a proposta e discutiu outros assuntos de interesse do futebol local. Entretanto, além do questionamento dos valores oferecido pelo possível patrocinador do estadual, a grande preocupação de Aquino Lopes e com as cláusulas exigidas no contrato – a maioria referente a peças publicitarias da empresa, onde boa parte ficaria de responsabilidade da entidade local, assim diminuindo ainda mais os ganhos com o patrocínio.

Na busca de valorizar as melhores equipes da temporada, os valores pagos pela empresa estatal, isso caso os sejam mantidos o formato inicial da proposta, será distribuído da seguinte maneira: o campeão levaria R$ 40 mil, o vice-campeão R$ 20 mil, o terceiro colocado R$ 10 mil e os demais participantes R$ 7,5 mil.

Outro patrocínio para a disputa do Campeonato Acreano será destinado pelo Governo do Estado. O secretario adjunto de Esporte, Petronilo Lopes, o Pelezinho, esteve presente na reunião de ontem (12) e confirmou a ajuda do poder público aos clubes. Segundo Lopes, além das despesas de transporte, o governo vai distribuir, ao menos, R$ 20 mil para cada clube participante.

Ingressos

O valor dos ingressos para a disputa do Campeonato Acreano continua congelado ao preço de R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia-entrada). No entanto, dirigentes de Rio Branco e Vasco da Gama defenderam o reajuste de 100% dos valores, mas os mais dirigentes de clubes foram contrários.

890

MANOEL FAÇANHA

O Plácido de Castro anunciou na manhã de ontem (12) o nome Márcio Figueiredo, o Faísca, para comandar o time do Abunã na temporada 2016. O clube aproveitou o anuncio do treinador para confirmar a permanência no elenco dos jogadores Rogério, Leandro e Brenner.

Campeão da temporada 2013, o Tigre do Abunã agendou a apresentação do elenco para a segunda-feira (16). O local da apresentação será o estádio José Ferreira Lima, em Plácido de Castro, a 95 km de Rio Branco.

Os próximos dias serão de intensas negociações. A presidente do clube, Rafaela Escalante, faz contatos com atletas locais e também de outros municípios do estado. Escalante afirma que o objetivo do Plácido nesta temporada será uma campanha bem melhor em relação a da temporada de 2016.

O Plácido de Castro estreia na disputa do Campeonato Acreano dia 23 (quinta) de fevereiro, contra o Galvez x Plácido de Castro, às 18h30, na Arena da Floresta.

É com pesar e tristeza que a Associação dos Cronistas Esportivos do Acre (ACEA) comunica o falecimento do ex-árbitro e treinador José Ribamar Pinheiro de Almeida, 69 anos, ocorrido na manhã desta segunda-feira (2), em Rio Branco.

O ex-árbitro passava por tratamento de saúde desde 2015, após ser acometido de um câncer de próstata. Riba, assim como era chamado carinhosamente pelos amigos, deixa a esposa Eliana e os filhos Márcia Barrozo, Marcela Barrozo e Murilo Augusto.

Natural da cidade de Xapuri, cidade localizada a 180 quilômetros de Rio Branco, José Ribamar tinha formação em direito pela Universidade Federal do Acre e desde 1997 era aposentado da Advocacia-Geral da União (AGU).

No entanto, a popularidade de José Ribamar se deu mesmo foi dentro dos gramados. Ora como árbitro – um dos maiores de nosso futebol , ora, como treinador. Na segunda função adorava montar equipes competitivas e, para isso, não media esforços, inclusive tirando dinheiro do próprio bolso.

Na mídia esportiva foi comentarista em várias oportunidades. Era autêntico e língua solta, não só no microfone, mas também na arbitragem e à beira do gramado. Enfim, Ribamar era mesmo uma “figuraça”.
Que Deus possa, pela sua misericórdia, perdoar suas falhas e recebê-lo de braços abertos em seu trono celestial, bem como confortar parentes e amigos!

Que descanse em PAZ!

MANOEL FAÇANHA

Com menos de dois meses para a bola rolar para a disputa do Campeonato Acreano de Futebol 2017, a maioria dos clubes participantes ou estão em atividade ou programaram o início da pré-temporada para a primeira quinzena de janeiro.

O Atlético Acreano está entrou na segunda semana de preparação. O clube terá um calendário cheio, com quatro competições, três delas nacionais (Copa Verde, Copa do Brasil e Serie D). Os meias Testinha e Geovane, ex-Rio Branco, retornam ao clube.

O Rio Branco, outro representante nacional em duas competições nacionais, começa a sua pré-temporada dia 3 de janeiro, ao comando do técnico Célio Ivan. O clube, após ser confirmando na Copa Verde, abriu mão da vaga, assim disputando apenas dois torneios nacionais.

O volante Kássio, 27, ex-Galvez e bicampeão acreano 2014/2015 vestindo a camisa do alvirrubro e o atacante Araújo Jordão, ex-Galvez, estão confirmados como reforços, assim como o meia Palhinha, 28, e o volante Léo Mineiro, ambos do futebol do Tocantins. O zagueiro Leo Fernandes, 27, do Real Estelí, da Nicarágua, também é aguardado no clube, juntamente com o lateral-esquerdo Raul Muller, ex-Desportivo Brasil-SP.

O clube estrelado terá a empresa Super Bolla como fornecedora de material esportivo na próxima temporada. A empresa já patrocina o River-PI e Moto Club-MA, Treze-PB, Gama-DF e entre outros.

Com a vaga garantida na Copa Verde, após desistência do Rio Branco, o Galvez é outro clube que inicia a pré-temporada nas primeiras semanas no mês de janeiro. O clube será comandado pelo técnico Pablo Simões e o preparador físico Arnaldo Moreira. O lateral direito Januário, ex-Atlético Acreano, acertou seu retorno ao clube. O goleiro Máximo e o atacante Tonho Cabañas, eleito entre os melhores do estadual, permanecem no clube. Os volantes Wilson e Kinho, o zagueiro Jô, meia Ciel e o lateral direito Layon também reforçam o clube.

Quarto colocado na última temporada, o Vasco da Gama começa sua pré-temporada dia 5 de janeiro. O clube estreia no estadual dia 23 de fevereiro contra o Alto Acre. O técnico carioca, Toninho Souza, comandará a agremiação do presidente cruz-de-malta Renato Machado.

As equipes do Alto Acre, Plácido de Castro, Humaitá e Andirá EC ainda não divulgaram as datas do início da pré-temporada.

MANOEL FAÇANHA

O salão de festa do Best Western Plus Gran Lumni Hotel recebeu na noite da última quinta-feira (16), a festa de entrega da premiação dos melhores do Campeonato Acreano. O evento ainda contou com o lançamento da sexta edição do ‘Futebol Acreano em Revista, obra de responsabilidade da Federação de Futebol do Acre.

O meia-atacante Polaco, além de melhor meia da competição, levou o troféu de craque do estadual. Foto/Manoel Façanha

O meia-atacante Polaco, além de melhor meia da competição, levou o troféu de craque do estadual. Foto/Manoel Façanha

Com sete jogadores na lista dos melhores do estadual, o Atlético-AC ainda levou a premiação do craque e revelação do campeonato, respectivamente Polaco e Pisika. O treinador celeste Álvaro Miguéis foi outro premiado da noite. O árbitro Carlos Ronne Casas e os assistentes Rener Santos e Jean Carlos também foram agraciados com troféu de melhores da temporada.

O presidente celeste Edson Izidório olha atentamente um exemplar da revista da Federação de Futebol do Acre. Foto/Manoel Façanha

O presidente celeste Edson Izidório olha atentamente um exemplar da revista da Federação de Futebol do Acre. Foto/Manoel Façanha

Os premiados

Goleiro: Máximo (Galvez)
Lateral-direito: Ley (Rio Branco-AC)
Lateral-esquerdo: Alfredo (Atlético-AC)
Zagueiros: Pé de Ferro e Diego (Atlético-AC)
Volantes: Leandro (Atlético-AC) e Olliver (Galvez)
Meias: Josy e Polaco (Atlético-AC)
Atacantes: Tonho Cabañas (Galvez) e Eduardo (Atlético-AC)
Revelação: Psica (Atlético-AC)
Técnico: Álvaro Miguéis (Atlético-AC)
Craque do Campeonato: Polaco (Atlético-AC)
Árbitro: Carlos Ronne
Auxiliares: Rener Santos e Jean Carlos

O futebol acreano terá uma parada de dois meses e retorna somente dia 19 de fevereiro, quando será dado pontapé inicial no Campeonato Acreano. São sete competições programadas para o calendário local: além do estadual profissional (entre fevereiro e 10 de maio), serão realizados o Acreano Sub-19 (28 de maio a 6 de agosto), Acreano da 2ª divisão (20 de agosto a 28 de outubro), Acreano Sub-17 (10 de setembro a 21 de outubro), Torneio Sub-13 (12 de outubro), Acreano Sub-15 (21 de outubro a 19 de novembro) e Acreano Feminino (11 de outubro a 13 de dezembro).

O Acre terá ainda representantes em competições nacionais. Atlético-AC e Galvez jogam a Copa Verde. O Galo Carijó, ao lado do Rio Branco, disputam a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro da Série D.

DA REDAÇÃO

A festa de premiação dos melhores do Campeonato Acreano 2016 e o lançamento da 6ª edição da revista da Federação de Futebol do Acre (FFAC) ocorrem na noite de hoje (15), às 20h, no Best Western Plus Gran Lumni Hotel.

Um dos momentos mais esperado pelos convidados será o lançamento da 6ª edição do Futebol Acreano em Revista, obra de responsabilidade da Federação de Futebol do Acre (FFAC). A peça escrita pelos jornalistas Francisco Dandão e Manoel Façanha conta com 100 páginas de puro futebol, constando entrevistas com ex-craques e personalidades que ajudaram e ajudam a manter viva a chama futebolística em nosso estado. A peça também traz todo o calendário de atividade da entidade, com competições locais e nacionais.

Homenagem

A revista também traz todo o calendário de atividade da entidade. Foto/Divulgação

A revista também traz todo o calendário de atividade da entidade. Foto/Divulgação

A revista faz nesta edição uma homenagem ao goleiro Weverton. Uma crônica escrita pelo jornalista Francisco Dandão enaltece a participação do goleiro acreano na conquistado do ouro olímpico nas Olimpíadas do Rio. O arqueiro confirmou presença na festa.
A obra ainda traz entrevistas com alguns ex-jogadores: Pintinho, Palmiro, Rogério Tarauacá, Benevides, Gaúcho Lima, ex-Grêmio e Botafogo-RJ, Roberto Pitola, Mariceudo, além do ex-jogador e músico Elísio Mansour e tantos outros personagens.
Também nesta edição de 2016, a revista abriga ainda matérias com os “personagens da crônica” Alberto Casas e Paulo Henrique Nascimento, e ainda traz uma matéria com o craque da atualidade Alcione. O ex-árbitro uma Marcos Barros Café é outra personagem da peça este ano.
.
Premiação dos melhores

A festa de encerramento das atividades será aberta com a entrega da premiação da seleção do Campeonato Acreano 2016. Nesta temporada, o Atlético Acreano fez barba, cabelo e bigode, com sete nomes na seleção: Alfredo (lateral esquerdo), Diego e Pé de Ferro (zagueiros), Leandro (volante), Josy e Polaco (meias) e Eduardo (atacante). O goleiro Máximo (Galvez) conquistou o posto de melhor arqueiro do torneio de forma unânime, com 15 votos.

O clube celeste ainda emplacou o craque e a revelação do torneio. Polaco teve 10 dos 15 votos, superando o companheiro de equipe Josy (4 votos) e o estrelado Ley, esse com um voto. Numa disputa acirrada com Olliver (Galvez), Pisika levou a melhor por um voto (5 contra 4). Mustafa Júnior ficou em terceiro com dois votos. O meia Careca (Galvez) e o goleiro andiraense Hebert dividiram a quarta posição com um voto cada. O posto de melhor técnico da temporada coube ao professor Álvaro Miguéis (Atlético Acreano). O profissional recebeu 14 votos, contra apenas um de Edson Júnior.

Com 12 votos, o árbitro Carlos Ronne acabou eleito o melhor da temporada, superando Josimar Almeida, dois votos, e Antonio Pinheiro, um voto. Numa disputa acirrada, Rener Santos, com 10 votos, Jean Carlos, oito votos, foram eleitos os melhores assistentes.

MANOEL FAÇANHA

Nem mesmo o Atlético Acreano subindo 15 posições no Ranking Nacional dos Clubes 2016 não foi suficiente para evitar pelo terceiro ano seguido a queda da Federação de Futebol do Acre no ranking da entidade nacional.

O ranking foi divulgado na noite da última segunda-feira (12) e traz o Grêmio, campeão da Copa do Brasil, como o líder, seguido do Palmeiras, campeão brasileiro da temporada.

No ano passado, a FFAC ocupava 20ª posição (2.192 pontos), mas com os resultados adversos durante as competições nacionais, principalmente por parte do Rio Branco, a entidade local passou a ocupar 21ª colocação, com 2.362 pontos. Porém, na região Norte, a federação local é superada apenas pelo Pará (12º) e Amazonas (20º). Mesmo com a perda de mais uma posição no ranking nacional, o futebol local voltará a contar com dois representantes na disputa da próxima Copa do Brasil.

Galo sobe
No ano passado, o Galo Carijó, campeão acreano deste ano, ocupava 114º com 396 pontos. Porém, a boa campanha na disputa da Série D empurrou o time para 99ª colocação com 614 pontos.

Com eliminações precoces nas disputas das copas Verde e Brasil, além da Série D deste ano, o Estrelão voltou a cair no Ranking Nacional dos Clubes. No ano passado, o alvirrubro era 65º com 1.444 pontos, mas agora o clube caiu duas posições (67º com 1.291 pontos). Porém, o vice-campeão acreano ainda fica em quinto entre os clubes da região Norte, atrás de Paysandu (30º), Remo (57º), Águia de Marabá (61º) e Nacional-AM (63º).

Com uma participação em torneios nacionais, o caçula Galvez ocupa a 164ª posição com 250 pontos. O clube militar neste ano participou da Copa do Brasil, onde chegou à segunda fase, após eliminar o Rio Branco, mas na fase seguinte sendo eliminado pelo Santos-SP.

Outro clube acreano que aparece no ranking é o Plácido de Castro. O Tigre do Abunã é o 124ª colocado com 352 pontos para a 170ª com 207. O ranking de clubes da CBF leva em consideração a posição dos times nas quatro divisões do Campeonato Brasileiro e participação na Copa do Brasil.

DA REDAÇÃO

A festa de entrega da premiação da seleção do Campeonato Acreano 2017 começa a ser badalada entre os quatro cantos da cidade. Os atletas premiados e demais homenageados já vivem a ansiedade do evento e comentários são comuns nas redes sociais a respeito da festa. A premiação aos melhores do estadual é organizada pela Federação de Futebol do Acre (FFAC) e corre na próxima quinta-feira (15), a partir das 20h, no Best Western Plus Gran Lumni Hotel.

A escolha da seleção do campeonato é divulgada logo após a competição pela Associação dos Cronistas Esportivos do Acre (Acea). Também são eleitos o craque e a revelação da competição, além do treinador e o trio de arbitragem. Cada escolhidos pela mídia esportiva recebe um belo troféu padronizado.

Nesta temporada, o Atlético Acreano fez barba, cabelo e bigode, com sete nomes na seleção: Alfredo (lateral esquerdo), Diego e Pé de Ferro (zagueiros), Leandro (volante), Josy e Polaco (meias) e Eduardo (atacante). O goleiro Máximo (Galvez) conquistou o posto de melhor arqueiro do torneio de forma unânime, com 15 votos.

O clube celeste ainda emplacou o craque e a revelação do torneio. Polaco teve 10 dos 15 votos, superando o companheiro de equipe Josy (4 votos) e o estrelado Ley, esse com um voto. Numa disputa acirrada com Olliver (Galvez), Pisika levou a melhor por um voto (5 contra 4). Mustafa Júnior ficou em terceiro com dois votos. O meia Careca (Galvez) e o goleiro andiraense Hebert dividiram a quarta posição com um voto cada. O posto de melhor técnico da temporada coube ao professor Álvaro Miguéis (Atlético Acreano). O profissional recebeu 14 votos, contra apenas um de Edson Júnior.

Com 12 votos, o árbitro Carlos Ronne acabou eleito o melhor da temporada, superando Josimar Almeida, dois votos, e Antonio Pinheiro, um voto. Numa disputa acirrada, Rener Santos, com 10 votos, Jean Carlos, oito votos, foram eleitos os melhores assistentes.

Revista

Também na noite da próxima quinta-feira (15) será o lançamento da 6ª edição do Futebol Acreano em Revista, obra de responsabilidade da Federação de Futebol do Acre (FFAC). A peça conta com 100 páginas de puro futebol, constando entrevistas com ex-craques e personalidades que ajudaram a manter viva a chama futebolística em nosso estado. A revista é escrita pelos jornalistas Francisco Dandão e Manoel Façanha.

MANOEL FAÇANHA

Com a participação de seis dos oito clubes aptos a disputa do Campeonato Acreano de Futebol 2017, ocorreu na tarde de ontem (25), na sede da Federação de Futebol do Acre (FFAC), mais um encontro de dirigentes de clubes para a homologação do regulamento do estadual assim como da tabela da primeira rodada da competição.

Entre os pontos discutidos e aprovados no encontro de ontem está às mudanças nos critérios de desempate do regulamento, onde o fator disciplina será inserido na redação do texto.

Aprovado o regulamento, os dirigentes decidiram, após nova votação, usar o critério técnico da disputa do último estadual como parâmetro para a confecção da tabela da primeira rodada do estadual do próximo ano, agendado para duas datas: 19 e 23 de fevereiro. Com isso, na primeira data, o campeão Atlético Acreano abre o torneio diante do caçula Humaitá, campeão da 2ª Divisão, às 15h45. No mesmo dia, às 17h45, o Rio Branco encara o Andirá EC. Os dois jogos serão realizados no estádio Florestão.

A primeira rodada será completada dia 23 de fevereiro, no estádio Arena da Floresta, com duas partidas: Galvez x Plácido de Castro (18h) e Vasco da Gama x Alto Acre (20h). O restante da tabela será concluída durante as próximas semanas e, posteriormente, colocada a aprovação dos dirigentes de clubes.

A respeito do início da temporada um pouco mais cedo em relação a disputada neste ano, o presidente Aquino Lopes (FFAC) achou favorável, principalmente aos clubes credenciados na próxima edição da Série D (Atlético e Rio Branco). Segundo ele, as duas agremiações terão espaço de tempo melhor para se prepararem para o torneio nacional que está agendado para iniciar dia 21 de maio.

O campeão estadual representará o Acre na Copa Verde 2018, Copa do Brasil 2018 e Série D da temporada seguinte. De acordo com o regulamento, caso o estado tenha direito a duas vagas na Copa do Brasil 2018, a segunda vaga será do vice-campeão estadual 2017.

No final da reunião, o presidente Aquino Lopes fez um desabafo aos críticos de seu trabalho. O dirigente aproveitou ainda a presença dos dirigentes e imprensa para explicar que não existe nenhuma expectativa de patrocínio para a realização do Campeonato Acreano.

1ª rodada

19 de fevereiro

15h45 – Atlético-AC x Humaitá
17h45 – Rio Branco-AC x Andirá
23 de fevereiro
18h – Galvez x Plácido de Castro
20h – Vasco-AC x Alto Acre

NOVIDADES NO REGULAMENTO

Se no formato de disputa o estadual 2017 não tem alterações, o regulamento tem novidades para a próxima temporada. Nos critérios de desempates do primeiro e segundo turno, foi incluído o critério fair play. O pedido foi feito pelo Galvez e aceito pelos dirigentes, com exceção do Vasco-AC, que foi voto vencido. Ou seja, se nos seis critérios anteriores as equipes ficarem empatadas, o número de cartões vermelhos e o número de cartões amarelos podem definir o campeão de cada turno. Se ainda assim persistir o empate, há possibilidade de sorteio.

Critérios de desempates (1º e 2º turno)

A – Conquistado o maior número de vitórias;
B – Obtido o maior saldo de gols;
C – Marcado o maior número de gols contra o mandante da partida;
D – Marcado o maior número de gols;
E – Tiver sofrido o menor número de gols;
F – Vencido no confronto direto;
G – Fair Play (menor números de cartões recebidos – 1º vermelhos/2º amarelos);
H – Sorteio

Nos critérios de desempate para as finais

Critérios de desempates (decisão)
A – Conquistado o maior número de vitórias;
B – Obtido o maior saldo de gols;
C – Marcado o maior número de gols contra o mandante da partida;
D – Marcado o maior número de gols;
E – Tiver sofrido o menor número de gols;
F – Vencido no confronto direto;
G – Decisão por pênaltis de acordo com a regra oficial

Coluna do Dandão

10
Parece mentira, mas já se passaram 29 anos desde que o futebol acreano foi elevado à condição de profissional. Até 1988, reinava no estado...