Home PLÁCIDO DE CASTRO

140

MANOEL FAÇANHA

Plácido de Castro venceu no último final de semana seu primeiro-jogo visando a disputa do Campeonato Acreano de Futebol Profissional. O Tigre do Abunã derrotou o selecionado do município de Acrelândia por 3 a 2.

Mesmo com a vitória, o técnico Júnior Mesquita explica que precisa fazer alguns ajustes na equipe placidiana para o jogo de estreia do estadual, agendado para o próximo dia 25/1, no estádio Arena da Floresta, às 17h30, contra o Humaitá, em jogo válido pelo grupo A.

Com algumas peças novas equipe, o técnico Júnior Mesquita armou o time placidiano na partida do último sábado, no estádio Ferreirão, da seguinte maneira: Robson, Davi, Leandro, Rener, Zagalo; Nêsso, Francisco, Uilian; Ismael, Lucas Capixaba e Marcelo Brás.

Restando menos de dez dias da estreia no estadual, o técnico Júnior Mesquita analisa que o time ainda requer de mais duas ou três peças neste início de competição. Um zagueiro é a prioridade da comissão técnica.

131

MANOEL FAÇANHA

Com vaga garantida na disputa do Campeonato Brasileiro da Série D e também na disputa do estadual, o Plácido de Castro faz seu primeiro jogo-treino neste sábado (13) contra selecionado de Acrelândia, no estádio José Ferreira Lima, o Ferreirão, às 15h.

O técnico Júnior Mesquita para o primeiro teste do Tigre do Abunã irá contar com vários jogadores experientes Marcelo Brás, Robson, Gato e Lukinha, ex-Galvez e recém-chegado da Guatemala.

O Plácido de Castro tem estreia na disputa estadual agendada para o dia 25 de janeiro, às 17h30, contra o Vasco da Gama. A partida será realizada na Arena da Floresta. O Tigre do Abunã está inserido no grupo A, ao lado de Andirá, Atlético-AC e Humaitá.

271

MANOEL FAÇANHA

Terceiro colocado na disputa do Campeonato Acreano de Futebol da 1ª Divisão/2017, o Plácido de Castro já caiu em campo visando não somente a disputa do estadual, mas também da sua participação no Campeonato Brasileiro da Série D/2018.

O início dos trabalhos no Tigre do Abunã começou na quarta-feira (27) com a participação de 27 jogadores no estádio Ferreirão. Os trabalhos foram orientados pelo técnico Júnior Mesquita, assim como pelo auxiliar Elison Kinin e o preparador de goleiros Tidalzinho.

Entre os jogadores mais conhecidos da torcida placidiana aparecem os seguintes nomes: Robson (goleiro), Zagalo (lateral esquerdo), Gato (zagueiro), Marcelo Brás, Ismael e Renan Plácido (atacantes), Uilian (meia), Paulinho Pitbull, Zé Nilton e Dênis (volantes), Francisco (lateral direito). O elenco ainda é composto quatro jogadores promovidos da base: Fábio Balotelli, Titi, Sacolinha e Nesso.

A respeito de novas contratações para a próxima temporada, a presidente Rafaela Escalante explica que não descarta, mas a princípio esse será o time que inicia a temporada 2018.

O Tigre do Abunã estreia na disputa do Campeonato Acreano dia 25 de janeiro, contra o Vasco-AC, às 17h30, na Arena da Floresta.

DA REDAÇÃO

O salão de festas do Plus Gran Lumni Hotel recebeu na noite da última quarta-feira (20) mais de 100 convidados para a festa de entrega da premiação dos melhores do Campeonato Acreano 2017. O evento ainda contou com o lançamento da sétima edição de “Futebol Acreano em Revista”. A festa é organizada anualmente pela Federação de Futebol do Acre.

O goleiro Weverton posa para fotografia com o cronista esportivo Manoel Façanha. Foto/Raimundo Afonso

Entre os convidados estava o goleiro Weverton, hoje no Palmeiras. O atleta atendeu os fãs, ora tirando fotografias e ora cumprimentando os presentes. O arqueiro ainda recebeu elogios do presidente da Federação de Futebol do Acre, advogado Antonio Aquino Lopes. Segundo o dirigente, Weverton é o embaixador do futebol acreano no país.

Feliz com a presença dos convidados, assim como dos homenageados, Aquino Lopes, declarou em público que o futebol acreano viveu um ano positivo, tanto que ultrapassou no ranking da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) o vizinho estado do Amazonas, um sonho antigo do dirigente, lembrando que o sucesso disso é mérito principalmente dos clubes.

O narrador esportivo Joaquim Ferreira, o dirigente Aquino Lopes e o ex-zagueiro Mário Mota durante confraternização. Foto/Manoel Façanha

A Festa contou com a participação de bom número de cronistas esportivos. Foto/Raimundo Afonso

Outro bastante assediado na festa era o meia-atacante Careca. O atleta, após boa participação com a camisa do Galo Carijó na disputa do Campeonato Brasileiro da Série D, acabou transferido para o Cruzeiro-MG. Eleito craque do último estadual, Careca também esbanjou simpatia com os amigos da bola e também com o público.

Galo volta a dominar a seleção do Estadual

Outro bastante assediado na festa era o meia-atacante Careca. Foto/Manoel Façanha

Nesta temporada, o bicampeão Atlético Acreano voltou a dominar a seleção do estadual, com sete indicações: Babau (goleiro) Januário (lateral direito), Diego e Pé de Ferro (zagueiros), Leandro Jucá e Joel (volantes) e Careca (meia). O atacante Marcelo Brás (Plácido de Castro) foi unanimidade entre participantes da eleição. O lateral esquerdo Thiaguinho (Galvez), o meia-atacante Xuxa (RBFC) e o atacante Araújo Jordão (RBFC) completam a seleção.

O clube celeste ainda emplacou o craque e a revelação do torneio. O meia-atacante Careca teve sete indicações dos 13 votos, superando o companheiro de equipe Joel (2 votos). O atacante Matheus Nego (Rio Branco) foi eleito a revelação da competição. Carapanã (Humaitá), Juninho (Humaitá) e Daniego (Vasco) também receberam votos.

Mais uma vez, o posto de melhor técnico da temporada coube ao professor Álvaro Miguéis (Atlético Acreano). O profissional recebeu 11 votos, contra dois de Marcelo Altino.

Com 11 votos, o árbitro Josimar Almeida acabou eleito o melhor da temporada, superando Antonio Neuriclaudio. Numa disputa acirrada, Rener Santos superou a assistente Roseane Amorim, foram oito contra seis votos a favor do experiente assistente.

Homenagens

Entre os personagens do “Futebol Acreano em Revista” presentes à festa destaca-se a figura do narrador esportivo Joaquim Ferreira. Hoje já aposentado do rádio, ele estava demasiadamente agradecido pelo reconhecimento dado à pessoa dele pela FFAC. “Quero agradecer ao Aquino Lopes, aos jornalistas Francisco Dandão, assim como ao Manoel Façanha, pela gentileza da homenagem”, comentou com o ex-narrador de 71 anos com olhar saudosista.

O ex-craque Carlinhos Bonamigo estava sorridente ao lado da família. Foto/Manoel Façanha

O craque Carlinhos Bonamigo era outro que estava em noite pra lá de feliz, pois também era um dos personagens da revista, assim como o zagueiro Mário Mota, esse jamais advertido nas suas mais de duas décadas perseguindo os mais diversos goleadores, tanto que ganhou o prêmio Belfort Duarte.

O atacante Marcelo Brás também foi outro personagem da revista da FFAC. Foto/Manoel Façanha.

Artilheiro das duas divisões do futebol local, o atacante Marcelo Brás também era outro personagem da revista da FFAC que demonstrava satisfação com a homenagem recebida. O jogador agradeceu ao presidente Aquino Lopes, assim como ao jornalista Manoel Façanha pela oportunidade de sua história futebolística ser contada nas páginas da revista.

A festa foi finalizada com a entrega da premiação aos melhores da temporada e a distribuição da sétima edição do “Futebol Acreano em Revista”. Um jantar ainda foi servido aos convidados.

Revista é um resgate da memória futebolística, diz Façanha

A sétima edição do “Futebol Acreano em Revista” ganhou as ruas. A obra é de responsabilidade da Federação de Futebol do Acre, e escrita pelos jornalistas Manoel Façanha e Francisco Dandão.

A revista conta com 100 páginas de puro futebol, constando entrevistas com ex-craques e personalidades do mundo futebolístico local. E, nesta edição, o jornalista Manoel Façanha, ao lado do ícone Joaquim Ferreira, um dos grandes narradores esportivos do Acre (já aposentou a garganta), foram homenageados na seção ‘Personagens da Crônica’, com texto produzido pelo professor Francisco Dandão.

Os jornalistas esportivos Raimundo Fernandes e Manoel Façanha trabalharam juntos no Jornal O Rio Branco e Opinião. Foto/Raimundo Afonso

O jornalista esportivo Manoel Façanha foi um dos responsáveis na produção da revista. Foto/Raimundo Afonso

DA REDAÇÃO

O salão de festa do Plus Gran Lumni Hotel será palco na noite desta quarta-feira (20) da festa de premiação dos melhores do Campeonato Acreano 2017. O evento ainda contará com o lançamento da sétima edição do ‘Futebol Acreano em Revista, obra de responsabilidade da Federação de Futebol do Acre. A peça conta com 100 páginas de puro futebol, constando entrevistas com ex-craques e personalidades do mundo futebolístico local. A revista é escrita pelos jornalistas Francisco Dandão e Manoel Façanha.

De acordo com o jornalista Francisco Dandão, um dos responsáveis direto da produção da revista, a peça segue o padrão editorial do ano passado, dividindo-se em seis seções. Uma seção para falar das competições do ano, desde os campeonatos de profissionais até o torneio dos meninos do Sub-11 (a cobertura das competições do ano é de responsabilidade do jornalista Manoel Façanha), uma seção de memórias, uma seção com personagens da crônica esportiva, uma seção com três craques da atualidade, além de uma entrevista com o técnico Marcelo Altino. A peça também traz como atração a galeria de craque (fotografias de times de várias épocas do futebol local).

Dandão explica que a seção de memórias, cuja maioria dos textos é produzida por ele, este ano também é formada por timaço de personagens. Casos dos ex-meia Carlinhos Bonamigo, os atacantes Valdir Silva, Bico-Bico e Nino, o volante Augusto, o zagueiro Mário Mota e ainda o goleiro Klowsbey. O entrevistado da vez será o técnico Marcelo Altino e a revista ainda traz matérias com três craques da atualidade: Polaco, Araújo Jordão e Marcelo Brás.

Seguindo o modelo editorial, a revista também nesta edição de 2017 abriga ainda matérias com dois “personagens da crônica” Joaquim Ferreira e Manoel Façanha.

Feliz Natal -2017

161

MANOEL FAÇANHA

Restando menos de 40 dias para a abertura do 30º Campeonato Acreano de Futebol Profissional, as chances da realização de jogos no estádio Ferreirão, na cidade de Plácido de Castro, localizada a 96 quilômetros de Rio Branco, chega ao percentual de 70%, segundo adiantou na tarde de ontem (13), o presidente da Federação de Futebol do Acre (FFAC), desportista Antonio Aquino Lopes.

Com dez anos no profissionalismo e um título estadual (2013), o Plácido de Castro jamais mandou um jogo oficial no seu estádio. A presidente do clube Rafaela Escalante está otimista na possibilidade dessa realidade chegar ao fim, tanto que já começa a trabalhar no preenchimento dos formulários dos laudos de segurança e engenharia, hoje disponíveis no Ministério dos Esportes.

Numa visita recente a cidade de Plácido de Castro para acompanhar o desenrolar das obras do estádio Ferreirão, o presidente Aquino Lopes gostou do que viu e acredita na possibilidade real do Tigre do Abunã mandar seus jogos da próxima temporada no seu estádio. “Os vestiários estão aptos, as cabines de imprensa precisam apenas de uma proteção para o sol, pois os jogos serão realizados no período da luz do dia, os bancos de reservas serão trocados de lugar e o gramado ganhará tratamento especial”, explicou Lopes confirmando ainda que o clube irá adotar arquibancadas montadas na praça esportiva.

Naborzão

A respeito do estádio Naborzão, em Senador Guiomard, onde a Adesg manda seus jogos do Estadual, Aquino Lopes disse que a situação lá é bem complicada, mas que o prefeito André Maia (PSD) estaria muito interessado em levar os jogos do clube para o município.

Feliz Natal -2017

FUTEBOL DO NORTE

A Diretoria de Competições da CBF atualizou, nesta segunda-feira (4), o Ranking Nacional dos Clubes (RNC) 2018. Palmeiras e Cruzeiro estão empatados na primeira colocação, com 15.288 pontos. Em seguida no Top 10, vêm Grêmio (15.092), Santos (14.884), Atlético Mineiro (14.312), Corinthians (14.076), Flamengo (12.796), Botafogo (11.958), Atlético Paranaense (11.718) e Internacional (11.368).

Dentre os clubes da região Norte, o melhor colocado é o Paysandu na 26ª posição. Em seguida no Top 10 da região estão: Remo-PA (57º), Rio Branco-AC (64º), Santos-AP (69º), Águia de Marabá-PA (77º), Princesa do Solimões-AM (73º), Nacional-AM (80º), Atlético-AC (81º), Genus-RO (84º) e Gurupi-TO (100º). O Galvez aparece na 172º e o Plácido de Castro na posição 183º.

Com a conquista da vaga a disputa da próxima Série C, o Atlético Acreano subiu 18 posições no ranking, saiu da 99ª com 614 pontos para 81ª com 868 pontos. O Rio Branco também subiu na classificação, saindo do 67º lugar, com 1.291 pontos, para 64º com 1.262.

Além de todos os critérios adotados para elaboração do RNC, a CBF disponibiliza o Ranking Nacional das Federações. Dentre as Federações, a melhor do Norte é a do Pará, ocupando a 11ª colocação. E, seguida pelo Acre (20º), Amazonas (21º), Tocantins (23º), Rondônia (25º), Amapá (26º) e Roraima (27º). Com a subidas na tabela de classificação do ranking das equipes do Atlético Acreano e Rio Branco, a Federação Acreana de Futebol acabou superando a Federação Amazonense de Futebol pela contagem de 204 pontos (2.446 contra 2.242).

84

MANOEL FAÇANHA

Com duas artilharias conquistadas nesta temporada no futebol acreano (primeira e segunda divisão), o atacante Marcelo Brás, de 36 anos, após curta passagens por Adesg-AC, Mariscaw Sucre-BOL e Carajás-PA, está de volta ao Plácido de Castro.

O anuncio do retorno do ‘matador’ ao Tigre do Abunã ocorreu no meio de semana pela presidente Rafaela Escalante. Nesta temporada, Brás marcou 11 gols pelo Tigre e espera que o clube na temporada vindoura entre na briga pelo título da competição.

O Tigre do Abunã mantém a base que disputou o Acreano 2017: atacantes Ismael e Neto, o meia Uilian, o zagueiro Leandro Bahia e Francisco Ferreira, e conta com reforços do goleiro Robson, campeão estadual em 2015, zagueiro Gato, lateral-direito Layo e lateral-esquerdo Juninho, ex-Rio Branco-AC.

A apresentação da comissão técnica e dos jogadores do Tigre do Abunã está programada para o dia 20 de dezembro. O clube na próxima temporada, além de disputar o título estadual garantiu vaga na disputa da Série D, após o acesso do Atlético Acreano a Série C.

MANOEL FAÇANHA

Num encontro bem representativo, ocorrido na tarde de ontem (24), no auditório da Federação de Futebol do Acre (FFAC), dirigentes dos clubes da Primeira Divisão, aprovaram o regulamento e a tabela do Campeonato Acreano/2018. O torneio começa dia 21 de janeiro com dois jogos no estádio Florestão.

Na abertura, às 15h30, ocorre o choque dos campeões, com o confronto entre Atlético Acreano e Adesg. Em seguida, às 17h30, o Rio Branco encara o Andirá EC.

A primeira rodada será finalizada dia 25, com dois jogos no estádio Arena da Floresta: Plácido de Castro x Vasco da Gama (17h30) e Galvez x Humaitá (19h30).

Chaves

Respeitando os critérios técnicos do último Campeonato Acreano, os dirigentes dividiram as chaves da seguinte maneira: Atlético Acreano, Plácido de Castro, Humaitá e Andirá EC (chave A); Rio Branco, Galvez, Vasco da Gama e Adesg (chave B).

Fórmula de disputa

A disputa do próximo Campeonato Acreano será disputa em turno e returno, com as equipes divididas em duas chaves, cada uma delas com quatro equipes. No primeiro turno, as equipes jogam fora de seus respectivos grupos, enquanto no segundo turno elas duelam internamente. A cada final de turno classificam as duas melhores equipes de cada chave para decidirem o título no sistema olímpico (semifinal e final). Os dirigentes aprovaram ainda que, caso uma equipe vença os dois turnos em disputa, será declarada campeã. Havendo campeões diferentes a cada final de turno, a decisão do título será disputada em dois jogos extras. Ficou ainda decidido que o clube com melhor campanha terá a vantagem de jogar por dois resultados iguais durante as finais extras.

Locais de jogos

Os jogos do Campeonato Acreano já têm duas praças esportivas confirmadas: Arena da Floresta e Florestão. Outras duas praças podem ser inseridas na disputa. O estádio Ferreirão, em Plácido de Castro, localizado a 100 quilômetros de Rio Branco, está com obras avanças e tem boas chances de receber jogos do estadual. Já o estádio Naborzão, em Senador Guiomard, localizado a 25 quilômetros de Rio Branco, ainda requer ajustes mais complicados a se fazer, mas também pode ser outra praça esportiva a ser utilizada pelos clubes na temporada.

Na próxima temporada, as partidas serão disputadas as quintas-feiras, sábados e domingos. No meio de semana, as rodadas duplas começam a partir das 17h30. Já aos finais de semana, os horários do início das rodadas duplas estão mantidos para iniciar a partir 15h30, enquanto o horário do jogo de fundo segue às 17h30.

De acordo com o presidente da Federação de Futebol do Acre (FFAC), Antonio Aquino Lopes, os dirigentes de Plácido de Castro e Adesg terão que apresentar ao Ministério Público os laudos de segurança e engenharia das duas praças esportivas com 30 dias antes do início do estadual.

Regulamento

Os dirigentes dos clubes locais homologaram ainda o regulamento do Campeonato Acreano de Futebol da Primeira Divisão. Entre os itens aprovados pelos dirigentes consta que não haverá prorrogação caso exista a necessidade desta prerrogativa para indicar o campeão da temporada, assim com a decisão do título indo para as cobranças de penalidades. O saldo de gols durante as finais também foi outro item abolido do regulamento da próxima temporada.

Por conta de logística, caso Plácido de Castro e Adesg chegue a decisão do estadual, terão que disputar os dois jogos decisivos na capital Rio Branco.

Na busca de apoio

Os dirigentes do futebol local estão querendo agendar um encontro com o governador Tião Viana. A ideia dos dirigentes será sensibilizar o poder público para que o mesmo seja o patrocinador oficial da competição.

MANOEL FAÇANHA

Com a presença de sete dos oito dirigentes de clubes da primeira divisão do futebol acreano (Rio Branco, Atlético-AC, Humaitá, Vasco-AC, Galvez, Andirá, Plácido de Castro) ocorreu na tarde de ontem (14), na sede da Federação de Futebol do Acre (FFAC), o primeiro encontro arbitral para tratar da disputa do Campeonato Acreano de Futebol 2018.

O único clube ausente da discussão do primeiro arbitral do torneio diz respeito a Adesg.

Fórmula de disputa

Entre os pontos mais polêmicos do encontro estava a discussão da fórmula de disputa da competição. Três propostas foram colocadas à apreciação dos dirigentes de clubes, onde a apresentada pelo Humaitá obteve seis dos sete votos. Com isso, o Campeonato Acreano na próxima temporada será disputa em turno e returno, com as equipes divididas em duas chaves, cada uma delas com quatro equipes. No primeiro turno, as equipes jogam fora de seus respectivos grupos, enquanto no segundo turno elas duelam internamente. A cada final de turno classificam as duas melhores equipes de cada chave para decidirem o título no sistema olímpico (semifinal e final). Os dirigentes aprovaram ainda que, caso uma equipe vença os dois turnos em disputa, será declarada campeã. Havendo campeões diferentes a cada final de turno, a decisão do título será disputada em dois jogos extras. Ficou ainda decidido que o clube com melhor campanha terá a vantagem de jogar por dois resultados iguais durante as finais extras.

21 de janeiro

Com a prerrogativa dada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para o encerramento dos estaduais até o início de abril, assim evitando confronto com as disputas dos torneios nacionais, o Campeonato Acreano terá sua primeira rodada agendada para o dia 21 de janeiro. Os confrontos ainda não foram definidos, ficando para o encontro do próximo dia 24 de novembro, às 16h, na sede da FFAC. Nesta data também será homologada o regulamento e a tabela da competição.

Chaves

Respeitando os critérios técnicos do último Campeonato Acreano, os dirigentes dividiram as chaves da seguinte maneira: Atlético Acreano, Plácido de Castro, Humaitá e Andirá EC (chave A); Rio Branco, Galvez, Vasco da Gama e Adesg (chave B).

Dias, horários e locais de jogos

Na próxima temporada, as partidas serão disputadas as quintas-feiras, sábados e domingos. No meio de semana, as rodadas duplas começam a partir das 17h30. Já aos finais de semana, os horários do início das rodadas duplas estão mantidos para iniciar a partir 15h30, enquanto o horário do jogo de fundo segue às 17h30.
Os jogos estão agendados, a princípio, para dois estádios da capital: Florestão e Arena da Floresta. No entanto, existem pedidos dos dirigentes do Tigre do Abunã e Leão para a realização de jogos nos estádios das cidades de Plácido de Castro e Senador Guiomard, respectivamente. No entanto, as duas praças esportivas precisaram realizar ajustes para garantirem os laudos de segurança.

Convênio

O presidente Antonio Aquino Lopes (FFAC) aproveitou a presença dos clubes para informar que ainda este mês serão liberados os recursos do convênio de ajuda aos clubes, verba essa paga pelo Governo do Estado. Lopes explicou ainda que cada clube receberá uma cota de R$ 20 mil.

Coluna do Dandão

16
Na região amazônica não existe meio termo: ou faz um sol de rachar o coco dos desprevenidos ou chove torrencialmente por horas (eu ia...