Home Sem categoria

688

MANOEL FAÇANHA

O Atlético Acreano estreou bem na disputa do Campeonato Brasileiro da Série D. O bicampeão acreano, jogando longe da sua torcida, precisamente no estádio Zerão, em Macapá-AP, superou o Trem por 3 a 2, em jogo válido pelo Grupo 1.

Com a vitória, o bicampeão acreano divide a liderança do grupo com a equipe do Princesa do Solimões, mas o time celeste perde a ponta da tabela no saldo de gols (3 – 1).

O Galo Carijó retorna a campo no domingo, às 17h, possivelmente com a partida ocorrendo no estádio Florestão, quando faz o choque dos lideres contra o Princesa do Solimões-AM.

Jogo

Mesmo fora de casa, o Atlético Acreano iniciou o duelo jogando com personalidade e, aos 11 minutos, o meia Careca mandou a bola para a rede do rubro-negro amapaense.

Dois minutos depois, os amapaenses quase deixam tudo igual no placar, mas o goleiro Babau fez grande defesa na finalização de Wegno.

Com o tropeço em casa, o Trem tentou pressionar o bicampeão acreano, mas não tinha poder ‘fogo’.

Bem fechado e valorizando a posse de bola, o Galo Carijó ampliou a vantagem aos 39 minutos. O meia-atacante Polaco fez boa jogada pela direita serviu Eduardo. O atacante celeste não perdoou e ampliou a vantagem do time acreano.

Reação do Trem-AP

Na etapa complementar, o rubro-negro amapaense veio para o chamado tudo ou nada, pressionando o bicampeão acreano.

Aos quatro minutos, o atacante Feijão arriscou de meia distância. A bola viajou e explodiu no travessão e no corpo do goleiro Babau, indo à linha de fundo.

Na base da força de vontade, o Trem pressionava na busca do primeiro gol, mas a defesa celeste respondia bem.

Bem compactado, o time celeste trocava passe e explorava com inteligência os contragolpes. Aos 23 minutos, o atacante Eduardo entrou em velocidade na defesa rubronegra, fintou o goleiro Ferrari e mandou para a rede Galo 3 a 0!

Quatro minutos depois, o atacante Wegno ganhou no jogo aéreo e testou com violência para a rede acreana.

Nos minutos finais o Trem-AP voltou a pressionar o bicampeão acreano e conseguiu diminuir a vantagem, após cobrança de penalidade do jogador Wegno.

Trem-AP 2 x 3 Atlético

Local: Estádio Zerão, Macapá (AP)
Data: 22/05/2017
Arbitragem: Joelson Nazareno (PA)
Assistentes: Inácio Barreto da Camara e Roberto Soares dos Santos Júnior (AP)
Gols: Careca e Eduardo, duas vezes (AA); Wegno (Trem-AP)
Cartões amarelos: Tragodara e Babau (AA);

Trem-AP: Ferrari, Serafim, Brendeo, Ezequias e Caio; Jadão (Diego Piraca), Dudu, Wegno e Kariri; Lucão (Dadinho) e Ronald (Feijão). Técnico: Sandro Macapá

Atlético Acreano: Babau, Januário (Matheus), Diego, Pé de Ferro, Alfredo (Antonio Marcos); Tragodara (Olliver), Joel, Careca; Eduardo, Polaco e Neto. Técnico: Álvaro Miguéis

75

MANOEL FAÇANHA

Uma vitória sobre o Raimundo Gomes por 3 sets a 0 (27×25, 25×23 25×23), na noite da última segunda-feira (1), garantiu ao time a Jotas Academia o título de campeã do Campeonato Acreano de Vôlei adulto feminino. O confronto foi realizado no ginásio bancário da AABB/Rio Branco e garantiu o bicampeonato ao time do técnico Jânio Teles.

Apesar do resultado de três sets a zero, o time do Raimundo Gomes, que necessita vencer para provocar finais extras, valorizou e muito a vitória do adversário. Os três setes disputados foram bem equilibrados, mas a equipe da Jotas Academia mostrou mais frieza a cada final de set, assim vencendo o confronto.

Fechado a competição feminina, a Federação Acreana de Voleibol realizou mais um jogo pela disputa do estadual adulto naipe masculino. Com pouco mais de uma hora, o time da Teles conquistou o segundo triunfo na competição ao vencer a Jotas por 3 sets a 0 (27×25, 25×23 25×23).

DA REDAÇÃO

A bela Fortaleza (CE), chamada de “Terra do Sol”, será sede do 43º Congresso Brasileiro de Cronistas Esportivos. O evento está agendado para ocorrer no período de 30 de março a 1º de abril no Hotel Praia Centro.

Pelo décimo quinto ano consecutivo uma delegação acreana estará presente aos debates. Eleito mês passado para presidir a Associação dos Cronistas Esportivos do Acre (Acea), o jornalista Alberto Casas confirmou presença no encontro. O vice-presidente da entidade acreana, Manoel Façanha, também membro do conselho fiscal da Abrace, será outro acreano participantes do evento. A delegação da Acea será composta ainda pelos jornalistas Raimundo Afonso Gomes e Francisco Dandão.

Em 1975, o presidente Mauro Pinheiro fala aos presentes no congresso da Abrace. Campos Pereira (camisa listrada) representou a crônica esportiva acreana. Foto/Arquivo Pessoal de Manoel Façanha

Em 1975, Campos Pereira representou o Acre no Congresso Brasileiro de Cronistas Esportivos, ocorrido em Fortaleza-CE. Foto/Arquivo pessoal de Manoel Façanha.

Em 2009, a Abrace homenageou o jornalista Francisco José, ex-presidente da entidade. Foto/Manoel Façanha

Candidatos à presidência da ABRACE

Os cronistas Afonso Alberto e Kleiber Beltrão disputam a presidência da Abrace. Foto/Cedida

O congresso deste ano em Fortaleza elegerá a nova diretoria da entidade esportiva. O pleito ocorre no dia 31, no segundo expediente, com dois candidatos disputando o poder político da entidade. Indicado pela Associação Brasiliense de Cronistas Desportivos (ABCD), o professor e jornalista esportivo Kleiber Beltrão, 71 anos (49 deles dedicados a crônica esportiva), busca seu primeiro mandato na direção da entidade nacional. A outra candidatura pleiteante ao cargo pertence ao cronista esportivo Afonso Alberto. O candidato foi indicado pela AMCE (Associação Mineira de Cronistas Esportivos) e tem cinco décadas de serviços prestados ao jornalismo esportivo.

Vice da Acea recebe convite de Beltrão

Os cronistas esportivos Alberto Rodrigues Casas, Kleiber Beltrão e Manoel Façanha durante o Congresso de Brasília-2016. Foto/Francisco Dandão

Convidado pelo candidato Kleiber Beltrão, o jornalista Manoel Façanha, 46 anos, hoje vice-presidente da Acea e membro do conselho fiscal da Abrace, será candidato à vice-presidente para a Região Norte na chapa de Beltrão e Sérgio Carvalho (Associação dos Cronistas Esportivos do Interior de São Paulo) a disputa da Abrace.

Kleiber justificou o convite ao vice-presidente da Acea pelos relevantes trabalhos realizados pelo cronista na entidade acreana e ao bom relacionamento do mesmo com os demais membros da crônica esportiva nacional.

Delegação acreana será composta pelos cronistas esportivos Francisco Dandão, Manoel Façanha, Raimundo Afonso e Alberto Casas

Despedida

Depois de mais de duas na presidência da Abrace, Aderson Maia vai deixar o cargo. Foto-Manoel Façanha

O congresso marca a despedida da presidência de Aderson Nogueira Maia, 80 anos. O cronista cearense administra a entidade nacional desde 1995, após indicação da Associação dos Cronistas Desportivos de Pernambuco (ACDP).

Em dezembro-2015, o presidente Aderson Maia visitou as instalações da Federação de Futebol do Acre. Foto-Arquivo da Acea

Aderson Maia durante visita ao estádio Arena da Floresta fez elogios as praças esportivas acreanas. Foto-Manoel Façanha

Em 2015, o presidente Aderson Maia foi homenageado no Acre pela Acea e Federação de Futebol do Acre. Foto/Arquivo Acea

No mês de dezembro/2015, a convite da Associação dos Cronistas Esportivos do Acre (Acea) e da Federação de Futebol do Acre (FFAC), Aderson Maia visitou o Acre pela primeira vez. O cronista participou do lançamento da revista da FFAC, mas antes fez questão de conhecer os estádios Florestão e Arena da Floresta. Maia ainda teve fôlego para participar da resenha esportiva da Rádio Difusora Acreana.

Organização/apoio

A realização do 43º Congresso Brasileiro de Cronistas Esportivos é uma realização da Associação dos Profissionais dos Cronistas Desportivos do Estado do Ceará (APCDEC) e da Associação Brasileira de Cronistas Esportivos (Abrace). O evento tem apoio da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Federação Cearense de Futebol (FCF), Governo do Estado do Ceará e Prefeitura Municipal de Fortaleza.

163

A CBF divulgou na tarde desta segunda-feira (12) o Ranking de Clubes e de Federações da entidade. Com a conquista do título da Copa do Brasil, o Grêmio assumiu a liderança do ranking de clubes com 15.038 pontos.

Único representante do Norte na Série B do Campeonato Brasileiro, o Paysandu segue na liderança na região com 5340 pontos. O Papão é seguido pelo Remo e Águia de Marabá.

Com 91.732 pontos, a Federação Paulista segue à frente na lista das instituições estaduais do futebol, seguida por Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Dentre as federações, a Federação Paraense segue à frente das demais da região Norte, seguido por Amazonas, Acre e Rondônia.

Confira os 10 primeiros nortistas do Ranking da CBF:
1- Paysandu-PA (30º) – 5340;
2- Remo-PA (57º) – 1627;
3- Águia de Marabá-PA (61º) – 1479;
4- Nacional-AM (63º) – 1410;
5- Rio Branco-AC (67º) – 1291;
6- Santos-AP (72º) – 990;
7- Princesa do Solimões-AM (78º) – 855;
8 – Náutico-RR (83º) – 812;
9 – Genus-RO (87º) – 760;
10 – Atlético-AC (99º) – 614;

Ranking de Federações (NORTE):
1- Pará (12º) – 9708;
2- Amazonas (20º) – 2466;
3- Acre (21º) – 2362;
4- Rondônia (24º) – 1556;
5- Tocantins (25º) – 1488;
6- Amapá (26º) – 1447;
7- Roraima (27º) – 1420;

Fonte: Futebol do Norte

365
O meia Vanderson pegou sobra de bola e acertou um ângulo do goleiro Gabriel, do Bola 15. Foto/Manoel Façanha

O primeiro gol da AD Estrelinha saiu de um chute de Lucas Kauã para vencer o goleiro Gabriel. Foto/Manoel Façanha

MANOEL FAÇANHA

A bola rolou na manhã deste sábado (3), no campo sintético do SESC Bosque, para a decisão da “Copa Pequeninos do Senhor Sub-12” envolvendo as equipes da AD Estrelinha e Escolinha Bola 15. Porém, antes do início da partida, jogadores e comissão técnica das duas equipes fizeram um minuto de silêncio em homenagem as vítimas do voo da Chapecoense.

Com a bola rolando, o AD Estrelinha mostrou eficiência e ainda nos primeiros minutos abriu o placar. Lucas Kauã entrou em velocidade e chutou na saída do goleiro Gabriel.

O atacante Geilson (AD Estrelinha) deu bastante trabalha a defesa do Bola 15. Foto/Manoel Façanha

O atacante Geilson (AD Estrelinha) deu bastante trabalho a defesa do Bola 15. Foto/Manoel Façanha

Bem mais objetivo e querendo jogo, o Estrelinha aumentou a vantagem no placar. O meia Vanderson pegou sobra de bola e acertou um ângulo do goleiro do Bola 15.

Com a taça escapando entre os dedos, o Bola 15 conseguiu diminuir a vantagem numa boa finalização de Vinícius. Porém, ainda no primeiro tempo, o zagueiro Cláudio Henrique fez o terceiro do Estrelinha.

Na etapa complementar de jogo, o Estrelinha tratou de administrar o resultado. O Bola 15, sem alternativa na partida, apertou a marcação ainda conseguiu diminuir a vantagem do placar do time do técnico Elliton Batista, através de uma boa finalização de Victor. Porém, o placar do jogo ficou no 3 a 2 favorável ao time da AD Estrelinha.

Veja o que eles falaram

O artilheiro do torneio, o meia Vanderson recebeu sua medalha das mãos do defensor público Gerson Boaventura. Foto/Manoel Façanha

O artilheiro do torneio, o meia Vanderson recebeu sua medalha das mãos do defensor público Gerson Boaventura. Foto/Manoel Façanha

Artilheiro do torneio, com 5 gols, o meia Vanderson, explicou que apesar do nervosíssimo, o time mostrou eficiência. O atleta de 12 anos aprovou a competição e espera que novos torneios sejam realizados para contemplar a base.

O técnico do Estrelinha, Elliton Batista, comentou que a competição atingiu o objetivo. Foto/Manoel Façanha

O técnico do Estrelinha, Elliton Batista, comentou que a competição atingiu o objetivo. Foto/Manoel Façanha

O técnico do Estrelinha, Elliton Batista, comentou que a competição atingiu o objetivo, onde além de proporcionar oportunidade para a revelação de novos talentos, fez muito bem o papel de educar através do esporte.

O jovem goleiro Mikael, também da atleta do Estrelinha, explicou que o torneio foi outra grande oportunidade para mostrar seu trabalho. Foto/Manoel Façanha

O jovem goleiro Mikael, também da atleta do Estrelinha, explicou que o torneio foi outra grande oportunidade para mostrar seu trabalho. Foto/Manoel Façanha

Eleito o melhor goleiro da competição, o jovem Mikael, também da atleta do Estrelinha explicou que o torneio foi outra grande oportunidade para mostrar seu trabalho.

A coordenadora de competições da Liga das Escolinhas, Elisângela Maia, elogiou os times finalistas. Foto/Manoel Façanha

A coordenadora de competições da Liga das Escolinhas, Elisângela Maia, elogiou os times finalistas. Foto/Manoel Façanha

A disputa foi encerrada com a entrega de premiação. A coordenadora de competições da Liga das Escolinhas, Elisangela Maia, elogiou os times finalistas e convidou o ex-jogador Ferleudo Souza e o defensor público Gerson Boaventura para a entrega de troféus e medalhas.

Associação Desportiva Estrelinha conquistou o título da “Copa Pequeninos do Senhor Sub-12” de forma invicta. Foto/Manoel Façanha

Associação Desportiva Estrelinha conquistou o título da “Copa Pequeninos do Senhor Sub-12” de forma invicta. Foto/Manoel Façanha

O time da Escolinha do Bola 15 perdeu apenas uma partida na competição. Foto/Manoel Façanha

O time da Escolinha do Bola 15 perdeu apenas uma partida na competição. Foto/Manoel Façanha

MANOEL FAÇANHA

Jogando um futebol eficiente, o Rio Branco conquistou ontem (19), vagas em duas das quatro finais da 13ª edição Encontro do Acre e Rondônia de Futebol de Base. Responsável direto pelo bom desempenho do alvirrubro acreano na competição, o técnico Illimani Suares, demostrou confiança na possibilidade da conquista do título de duas categorias: pré-mirim, infantil. “os garotos estão focados e dispostos a fechar o ano com bons resultados para o clube, comemorou ele.

O adversário do Rio Branco, na decisão da categoria infantil, será o Avaí ou Roma. O jogo acabou suspenso no finalzinho da tarde de ontem (19). O Avaí vencia o confronto por 1 a 0, mas o jogo acabou suspenso por falta de energia no local da partida. De acordo com a coordenação, a partida será reiniciada na manhã de hoje.

Nesta temporada, o torneio Acre e Rondônia de Futebol de Base conta com a participação de 700 atletas dos dois estados, dividido nas categorias juvenil, infantil, mirim e pré-mirim. O coordenador do evento, desportista José Calixto (Mimi), presidente do Recriança, explicou que, além de times da capital, duas equipes de Senador Guiomard e outra de Tarauacá confirmaram presença, assim como nove equipes de Rondônia, inclusive uma de Vista Alegre do Abunã (RO).

Na avaliação de Josemir Calixto (Mimi), a competição é uma das mais importantes da região e tem como objetivo, além de proporcionar lazer e cidadania aos participantes, revelar novos talentos ao futebol dos dois estados.

Neste ano, toda a premiação do torneio regional foi patrocinada pelo goleiro Weverton, que no início da carreira fez parte do Programa Recriança. O torneio ainda tem apoio da Prefeitura de Rio Branco, Supermercado Araújo, Takigawa e Portomac.

Conforme a coordenação, as quatros finais da competição serão disputada na manhã de hoje. O palco da disputa será o estádio Florestão, iniciando pelo pré-mirim, mirim, infantil e finalizando com o juvenil.

VEJAS AS FINAIS

Pré-mirim
Rio Branco x Avaí-RO
Mirim
Estrelinha x Avaí-RO
Infantil
Rio Branco x Roma ou Avaí
Juvenil
Galvez x Bangu

127

MANOEL FAÇANHA

Atlético Acreano e Rio Branco fazem mais uma decisão na temporada. Na manhã de hoje, às 7h45, no estádio Florestão, as equipes decidem o título do returno do Campeonato Acreano Feminino. Porém, caso haja um empate no confronto o título será decidido nos critérios técnicos, onde o primeiro seria descartado (confronto direto), assim pulando para o segundo critério de menor número de gols sofridos. No entanto, não está descartada a possibilidade do título do returno ser conhecido em um sorteio.

No Estrelão, o técnico Vilmar Luiz, o Louro da Baixada, terá a baixa da atacante Beatriz. A atleta acabou expulsa no empate do meio de semana contra a Assermurb por 2 a 2. Na opinião de Louro da Baixada, foi um lance “normal” de jogo. A camisa 10 foi expulsa após dividida de bola com a goleira a Assermurb, que levou a pior. Beatriz já tinha cartão amarelo, levou o segundo e o vermelho em seguida.

Por outro lado, o Galo Carijó vai a campo na manhã de hoje necessitando da vitória para conquistar o título do returno da competição e, assim, provocar uma final extra contra a Assermurb.

O líder do certame feminino é o time da Assermurb. O clube sindical soma dois pontos ganhos em duas partidas e torce por um empate entre Estrelão e Galo Carijó, para tentar ser campeã, do returno e do estadual sem a necessidade da final, nos critérios de desempates.

Lamentável as denuncias de ato de racismo proferido por torcedores contra a volante Ester, ex-seleção brasileira, e hoje vestindo a camisa do Rio Branco-AC na disputa do Campeonato Acreano de Futebol Feminino. O ato, segundo publicado no globoesporte.com, ocorre no domingo (30), no estádio Florestão.

Indignado com o episódio, o técnico alvirrubro Vilmar Luiz, o Louro da Baixada, além de lamentar o episódio, tratou de levar a jogadora a uma delegacia da Capital para registrar boletim de ocorrência e, posteriormente, medidas judiciais serão tomadas contra a autora das manifestações.

Louro da Baixada explicou que a vinda de Ester para o futebol acreano tem como objetivo dar destaque à modalidade na tentativa de obter mais apoio de patrocinadores e tal atitude racista em nada contribui para o esporte.

A volante alvirrubra Ester (C) divide lance com as jogadoras da Assermurb. Foto/Francisco Pinheiro

A volante alvirrubra Ester (C) divide lance com as jogadoras da Assermurb. Foto/Francisco Pinheiro

AS CURTINHAS

A arbitragem brasileira vive uma péssima fase, e ao contrário do ano passado onde pelo menos havia um pouco de respeito com os árbitros, conseguido por eles mesmos nas primeiras rodadas, punindo com cartões qualquer tipo de reclamação, esse ano a coisa degringolou.

Nesta fase da competição pior ainda. Dos 10 árbitros da FIFA, três estão fora, dois por testes físicos, Heber e Vuaden, e Sandro Ricci por determinação da Comissão devido a erros no campeonato.

Grande culpa dessa situação é da comissão de arbitragem da CBF, que inventa e insiste em modelos de sorteios onde nenhum árbitro consegue ter uma sequência e muitos acabam desmotivados.

Bom dia!

242

MANOEL FAÇANHA

Bio Instinto e Fluminense da Bahia estão na segunda fase da I Copa TV Gazeta de Futsal. Na noite da última sexta-feira (21), no ginásio do Sesi, as duas equipes carimbaram vaga ao eliminarem Sena Madureira e Amazon Tintas, respectivamente.

Com um empate (1 a 1) contra Sena Madureira, o favorito Bio Instinto, equipe com maior investimento na competição, foi o primeiro clube a avançar na competição. No primeiro confronto entre as duas equipes, o time da capital havia vencido por 3 a 1.

O segundo time a carimbar vaga na próxima fase do torneio diz respeito ao Fluminense da Bahia. O clube tricolor havia vencido com facilidade o jogo da ida contra o Amazon Tintas por 5 a 0. Porém, no jogo da volta, o time de operários se superou em quadra e venceu por 3 a 2, resultado que empurrou a decisão da vaga para as cobranças de penalidades. Eficiente nos tiros livres, o tricolor venceu por 3 a 2.

Na abertura dos jogos da noite da última sexta-feira (21), vitória do Porto Acre sobre o Sest Senat por 6 a 1. Agora, os dois times retornam à quadra para o jogo da volta no próximo dia 3 de novembro. Um simples empate classifica os visitantes.

170

SENILDO MELO

As equipes do Jornal Opinião e Rede Amazônica fazem neste domingo, 16, às 9 horas, no campo Soçayte da AABB, a grande decisão do 14• Campeonato da Imprensa.

Quem vencer no tempo normal solta o grito de campeão. Caso a partida termine empatada, o vencedor será conhecido após cobranças de penalidades. Jeferson Dourado, 8 gols, e Acrevenos, com 6, são os principais artilheiros do certame da imprensa.

Após a final, a comissão Organização vai realizar a entrega da premiação ao campeão, vice, artilheiro e melhor goleiro junto com os parceiros SEMEL, Aleac e AABB. Além de certificados para os demais participantes.

O presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissional do Acre (Sinjac), Victor Augusto, acredita que a entidade cumpre com o seu papel social.

“O objetivo do Sindicato é promover uma confraternização entre os jornalistas e funcionários dos meios de comunicação”, salientou.

Apitam a decisão os árbitros Antônio Neuricláudio e Antônio Pinheiro.

Coluna do Dandão

41
Durante quatro dias dessa semana que recém passou andei batendo pernas por Manaus e arredores. Flanar pelas ruas da capital amazonense não é, necessariamente,...